top of page

Branding: 7 passos para criar uma identidade visual

Um dos pontos principais no Branding de uma marca é a criação de uma boa identidade visual.


Esta pressupõe um conjunto de materiais gráficos, normas, especificações e recomendações para que toda a comunicação/ apresentação da empresa obedeça a uma identidade pré-definida.


Neste artigo, delineamos 7 passos para criar uma identidade visual e clarificamos alguns temas relativos a este conceito.


  1. O Manual de Identidade Visual

  2. 7 Passos para criar uma identidade visual

  3. Exemplos de Identidade Visual

  4. Conclusão



O QUE É UM MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

O Manual de Identidade Visual, ou Manual de Marca, é, pura e simplesmente, um documento que contém um conjunto de recomendações, especificações e normas básicas para a utilização da imagem da marca de uma empresa. É, por isso, necessário ter em atenção este detalhe na hora de criar uma identidade visual para a empresa. Afinal de contas, estes materiais gráficos são a primeira coisa que os clientes vêem de uma empresa. Se o visual não se adequar à identidade da marca, o público viverá uma experiência confusa dentro dos seus meios de comunicação.

7 PASSOS PARA CRIAR UMA IDENTIDADE VISUAL

Para se criar uma identidade visual com cabeça, tronco e membros, devemos olhar pormenorizadamente para várias etapas. Aqui, deixamos um guia que poderás aplicar com 7 passos para criar uma identidade visual da tua marca!

  1. Briefing da Marca Em primeiro lugar, temos de definir bem o que vamos fazer. Para isso, importa conhecer o(s) produto(s)/serviço(s), o público-alvo e o mercado, para que o visual seja adequado à identidade da Empresa.

  2. Escolha da forma de apresentação da Marca Antes ainda de criar os materiais gráficos, devemos ter em conta de que forma(s) a empresa se vai apresentar: será através de website, flyers, outdoors, aplicação de telemóvel, e-mail, catálogo físico, etc?

  3. Criação do Logótipo Com todas as informações do seu lado, o designer pode avançar para a criação de um logótipo que não só se adeque à oferta e identidade da marca, mas também ao público que esta procura atingir.

  4. Escolha/Criação dos Tipos de Letra Muitas vezes em simultâneo com a criação do logótipo, efetua-se a escolha dos tipos de letra que irão identificar a marca. Em empresas maiores, o designer irá geralmente criar um estilo de letra único e específico para a marca.

  5. Escolha da Palete de Cores Para que a imagem da marca se destaque e seja identificável em várias ambiências, fundos ou documentos, devemos escolher uma palete com várias cores (condizentes) possíveis de se utilizar e definir as respetivas combinações de cor - para os menos experientes, fica um excelente site onde podem experimentar várias combinações de cores: https://color.adobe.com/pt/create/color-wheel

  6. Definição dos estilos de fotografia e ilustração Pensando no médio-longo prazo, a marca deve prever o estilo visual para aplicar em fotografia, vídeo, redes sociais ou revistas, escolhendo desde logo as cores, ícones e layouts dos documentos.

  7. Criação um Manual de Identidade Partindo de todo o trabalho feito na criação da identidade, resta finalizar com a criação de um manual onde constem todos os materiais gráficos (ícones, logos, cores, tipos de letra, templates, etc), bem como as normas e recomendações de utilização da imagem da marca nos seus conteúdos de comunicação.


EXEMPLOS DE IDENTIDADE VISUAL


  1. Nike

  1. Trip Advisor